Bahia Notícias / Notícias / Proprietário de empresa recebida por Pazuello foi condenado por fraude de importação-17.07.2021

O ente ministro de Sá &uşde, Eduardo Pazuello, abriu as portas do mineiro para o rio para representantes de uma empresa que visava intermediar a venda ao governo de 30 milh Doses de doses do Coronavac, vacina do laborat &rsp. Chin chin (s) Sinovac j uso em pa í s gra e gra à parceria com o Instituto Butantan. A pasta foi revelada em reportagem da Folha de S. Paulo e de uma v. ess obtida pela reportagem mostra o desfecho do encontro (review).  

De acordo com o site 6, a opção de World Brands Distribui, de Santa Catarina, est registrada em nome da empreitada do rio Jaime Jos é Tomaselli. Ele foi um dos tr s condenados por Justi Federal de Itaja ler (SC), em maio de 2014, por participar de um conluio que fraudava documentos de importação de produto.

De acordo com a decis do juiz Marcelo Micheloti, notas fiscais de ” carrinhos de controlo remoto, embalagem em cartela com base em papel e l &acréu mpadas fluorescente ” foram falsamente emitidos em nome de uma das empresas de Jaime, marfim.

Os produtos, de fato, foram adquiridos por outra firma, em uma execução operacional que visava a ” esconder a absolvição real e ludibriar o governo do Estado “.

Jaime Tomaselli foi condenado a um ano e seis meses de pris. A pena foi transformada em pagamento de R$ 54 em multa e fornece servi-ção aos municipários.

A decis foi mantida pelo Tribunal Regional Federal de 4-Regi no. Uma característica especial e um habeas corpus foram negados pelo Tribunal Superior de Justi ess.

Pazuello recebeu os representantes das Brands do Mundo em 11 de mar para. O ex-ministro negou que tenha realizado negociação.  

Fonte: www.bahianoticias.com.br/noticia/260554-dono-de-empresa-recebida-por-pazuello-foi-condenado-por-fraude-em-importacao.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
online