Bahia Notícias / Esportes / E.C. Bahia / Ferraz reforça protesto contra arbitragem: ‘O Bahia não suporta mais esse escárnio’ – 11/11/2021

Pela terceira partida seguida neste Campeonato Brasileiro, o Bahia sai de campo com motivos para reclamar da arbitragem. Na derrota para o Flamengo dentro do Maracanã na noite desta quinta-feira (11), o juiz Vinícius Gonçalves Dias Araújo acusou um pênalti para o Flamengo após o meia Diego acertar um chute de bicicleta no peito do zagueiro Conti dentro da grande área.

 

Ao fim da partida, o vice-presidente do Esquadrão de Aço, Vitor Ferraz, se manifestou sobre o ocorrido e destacou as últimas representações que foram feitas pelo clube com a Comissão de Arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

 

"Lamentar o que a gente assistiu hoje. Confesso que o Esporte Clube Bahia não suporta mais esse escárnio. O Bahia foi prejudicado pela terceira partida consecutiva em lances que o VAR chama e os árbitros não observam os equívocos que estão sendo cometidos. Nas partidas contra Juventude em São Paulo, os erros foram reconhecidos depois das representações. O árbitro hoje decidiu a partida. Temos uma folha seis, sete vezes menores que o Flamengo e somos prejudicamos desssa forma", disse.

 

O dirigente tricolor questionou a alteração da escala. Na última quarta (10), Vinícius entrou no lugar de André Luiz de Freitas Castro após reclamações do Flamengo.

  "O futebol brasileiro precisa ser revisto. Não suportamos mais isso. Qual a razão da substituição do árbitro de terça para quarta-feira? O árbitro escalado era outro. Não houve explicação por parte da CBF. Há uma crise grave e, se não houverem mudanças, há uma compactuação com essa crise. É um absurdo completo. Torcedor, vamos juntos porque não podemos permitir que isso aconteça", pontuou.

 

Com 36 pontos e no 16º lugar, o Tricolor volta a jogar na próxima quinta-feira (18) contra o Sport na Ilha do Retiro.

Fonte: www.bahianoticias.com.br/esportes/bahia/26498-ferraz-reforca-protesto-contra-arbitragem-o-bahia-nao-suporta-mais-esse-escarnio.html

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Open chat
online