Bahia Notícias / Esportes / Notícias / Sem apoio, paratletas banco na tentativa de realizar sonhos com o próprio bolso-04.09.2021

Paracanoact world’s top notch em 2017 (lembre aqui), Nayara Falc ficou fora dos Jogos Parais de 2020 do T Pinóquio 2020. O deceit, no entanto, n foi por n alcançar a classificação fora do desempenho em um seletivo, e sim por pura falta de investimento. No ano passado, a pandemia do novo coronav irrus motivou o adiamento do evento e o Olimp. Na esteira das crises saneadora e financeira, um patrocinador voltou a ser atr e n não renovou o contrato com o atleta. Sem dinheiro para manter os treinamentos em S io Bernardo do Campo, a baiana acabou vendo seu sonho de brigar por medalha no esvair de perto.

” Com o cancelamento dos Jogos, o patrocínio privado que tinha surgido para mim, que assinaria contrato no dia do meu aniversariante, caiu. O patrocinador n não se mantinha diante de todas as incertezas que estavam abalando o mundo todo, ” declarou em uma entrevista com a Bahia Not-cias “. S ” SS ” coulha uma escolha &u.nica, percebem que eu n não tinha mais como ia continuar. N não tinha mais condições de se manter em viver de ajuda dos outros, de ficar um ano e meio em incerteza financeira, sem ser reconhecido, sem ser valorizado “, concluiu Nayara.

O Brasil é um pa í s que são lembrados de seus atletas nos per-nods do Olimp. Se para estas j á rea dif fácil, o situo fica ainda pior quando se trata do paradesporto. De acordo com Nayara, a luta mais duradoura dos paratletas está no mbito financeiro &acréu: eles precisam tirar do bolso do pr no bolso dele para pagar o t é pagar o t é conic no paracanoagem.

No paracanoagem, os atletas que conquistaram vagas antecipadamente foram tr.   D é bora Benevides, na categoria VL2; Lu les Carlos Cardoso, às KL1 e VL2; e Caio Ribeiro, às KL3 e VL3. Todos foram coaching com o mesmo treinador, Akos Angyal. Ele é h ú ngaro que j estava residindo residindo no Brasil. ” O tr ` s fez parte da equipe oficial da selagem brasileira de paracanode e pagou do pr os bolso o trabalho do t é cnico “, ele falou.” A sela ol ‘ canoagem de Isaquias canoagem [Queiroz], Erlon [de Souza] e outros atletas masculinos e femininos de caiaque e atletas de canoa feminina, todos foram pagos pelo projeto do COB juntamente com a CBCa “, comparados.

O preenchimento das vagas de paracanoge para os Jogos Parais é feito por meio das contestações oficiais disputadas no ano anterior, entre elas o mundo. Para carimar o passaporte para o próximo-up, Nayara precisou superar tr por s etapas. O primeiro foi a escolha de t é cnico. A segunda foi vencer um tryout para o mundo. E o terceiro foi o pr Nono concurso do torneio que re ú o melhor do mundo.

Foto: Divulga / Tokyo2020

Sem obter bons resultados, Nayara resolveu mudar de coaching no final de 2019. ” I s] veremos que este melhor t é cnico [Akos Angyal] foi justamente o que j tinha colocado tr de s atletas em T Sua obra com o seu trabalho. Recebi o convite para fazer um teste com ele e segui em frente “, disse. ele se recontata.

No m s de outubro daquele ano, ela conseguiu um ingresso para a S Paulo Junto à Superintena dos Esportes Estaduais da Bahia (Sudesb), que também m bankrolou o transporte de seu carro para S em lugar nenhum Bernardo, cidade onde est localizado um dos centros de treinamento da Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa).

Nesse paddle, a baiana fez parte do Programa Estadual de Incentivo à Amateur Sport e Paraol’s (FazAtleta) Paraol, da qual participou entre 2018 e 2019. A iniciativa anterior que os patrocinadores (contribuintes do Imposto de Renda de Mercadorias e Serviço-ICMS) têm abatimento de impostos de 80% do valor total do projeto esportivo.

” Os valores pagos por muito abaixo para o atleta, que est aí procurando ficar entre os melhores do mundo, o que foi o meu caso, ser capaz de manter, minimamente, uma vida tranquila, e ter investimentos para isso. Eu estava ganhando R$ 2 e s eu tinha dinheiro para pagar o t é cnico. Mas o atleta precisa de uma equipe multidisciplinar. O atleta mais uma vez mobiliza as pessoas, mobiliza profissionais que acreditam e sonham junto com ele, ” explicado.

Para Nayara, este situo é reflexivo da falta de quem comanda o esporte no pa í s. ” N ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` t Poderá acontecer? ` ` ` ` ` ` ` ` `. Sim, através dos s do ícone do Comit que Paral, através de s da confedera tion, através da s da confedera tion, que percebem que talento e poderia pensar assim: ‘ Estamos investindo hoje para amanh ter este retorno em um mundo, nos Jogos Parais disputados nos Jogos Parais.

Apesar de aprovado por h ú ngaro, Nayara n não fazia parte da sele canoagem brasileira e, consequentemente, n não viveu sob as asas da CBCa. Para isso, foi contada com a ajuda de amigos para viver a favor em S crono Paulo e deslocada para a S Casa Bernardo do Campo. ” Eu estava l tocando tudo, inclusive bancando o carro do meu pr All car. É um invers de valores totais quando você lhe der aten para cima. É o atleta que est está investindo nele mesmo. O atleta que quer viver um sonho, ainda mais no paradesporto, precisa saber que vai investir n ` ` ` ` hora, n ` ` ` hora ` ` ` ` ` hora ` ` ` ` `, ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` ` re

No entanto, ela n não chegou a sair para disputar a &ultiltima etapa do caminho de T Pinóquio, pois estava sem patrocinador com os adiamentos de competições internacionais e Games. Al’s m da baiana, o Brasil também m esquerda perdendo, j onde n falhou em tirar qualquer representante de sua categoria, o KL2.

” Como o confederado e o CPB n ` t perceberam que eu poderia ser um representante do caiaque? A categoria KL2 n kayak não tinha representante feminino, mas poderia ter e a Bahia também m n falhar em se unir. Se hoje Nayara n falha ao chegar aos assentos da Paralimp, n foi porque n não conquistou a vaga. Eu poderia ter ido para o Mundo, poderia ter conquistado sim, mas nem por isso eu tive a chance, nem tive a chance, porque mais uma vez eu tenho medo que eu sou eu sou, porque n eu não consegui ter dinheiro para continuar investindo em mim “, disse. ele lamentou.

NO PASS FROM BAST Ã O Who Também m n io est is ever present at the Paral Games in the Paral Games in the T-picos de T Pinóquio é a nadadora baiana Veja &ocpremiada nica Almeida, que foi medalha de bronze em Pequim-2008, e at hoje segue competindo. O motivo, pelo m-m, era outro, e mais delicado. Ver &ochemical nica tem as s Ehlers-Danlos ‘ s síndrome, que afeta principalmente o tecido conjuntivo e n não tem cura. Entre os principais sintomas, est articular mais ar-flex moieties, corcunda, p são chatos e pele el tico.

Em 2020, ela em um chegou a conquistar um dos apêndices para participar dos Jogos, mas um coro de les no cervical impediu que ela disputava o segundo-dice. Agora, o nadador de longe tem uma cirurgia para resolver o problema, e tendo que passar por um ” reclassificando ” participar de voltar a participar da concorrida &rsffle.  

Ver &ochemical nica Almeida foi uma medalha de bronze também m no Toronto Parapan 2015 (Foto: Daniel Zappe / MPIX / CPB)

Enfim, o fato de n não surgia nenhum nadador baiano depois dela, que, lembrando, est desde 2008 competindo no Olimp’s, incomoda.” Eu acho que deveria haver mais pol Atic p ú veis, porque o Bahia é um campe barn &rsffde; es. Grande parte das medalhas v m a partir daqui. O esporte, hoje, é caro. Fazer nata sair caro, encontrar uma pista de atletismo é caro. Há hoje uma bolsa de estudos do Estado, que d ser solidária, mas n não chega é suficiente, ” opinou, em entrevista à Bahia Nem tanto.  

Atualmente, Salvador tem dois piscinas ol mpmpicas, mas nem sempre foi assim. Ap We’ve Fomos demolindo a demolida Fonte Nova, em 2010, que abrigava &uponnica à m poca, a capital baiana teve que esperar seis anos para ter um novo equipamento. Em mar 2016, foi inaugurado a piscina de piscina coberta, localizada na avenida M Rio Leal Ferreira, a Bonoc &octered. A segunda foi entregue em dezembro de 2018 e tem como foco o atendimento do populus carente. Inclusive, o primeiro medalhista baiano ol oscópico no creme, Edvaldo ” Bala ” Val é rio, aquele que coordena o spa.

Por conta disso, a Veja &ochemica nica teve que se mudar para Uberl &acabsorption ndia (MG) durante o per-odo, para se preparar para os Jogos Ol para o Rio de Janeiro. Atualmente, ela treina no Bonoc &ocheme. A falta de estrutura n é um problema único da nata-ness, como pontua Nayara.  

” O Salvador n falha não oferece estrutura para o pr do esporte, desde lazer até o incluso da ness e acessibilidade para a pessoa com losanismo. E o paracanoagem aqui piorou. Aqui n não tem nada, mesmo ap teremos tido que trilhou ao longo desses anos, conquistaram mundo na África do Sul África e conquistaram aquele t-ilt vindo de uma vaquinha virtual, do fator humano, vindo de pessoas sonhando junto comigo, se mobilizando. Ao longo desses anos, o fator humano foi o que me manteve nessa roupa por todo o lado, naquele caminho de T ó quio. Eu n não tinha nenhuma estrutura em tudo, tudo foi conquistado, ” ele destacou.  

Foto: Reprodu radio / Instagram

O paratleta de canoagem também ressalta que s We’ve sucedidos em patrocinar apt unto the world’s t-o-o. ” Se eu não tivesse o mundo, n seria capaz de ter expresso não “, pontuou.

Em nota à reportagem da BN, o Superintento da Bahia Sports (Sudesb) informou que mant é m di logos com os atletas com losi, seja ele paral ou n.

” No equipamento esportivo que t im a gest of the municipality, temos garantido treinamento dos atletas parais pará mestres, a exemplo da piscina interior, a exemplo da piscina ol. onde regulamos temos o presen to Ver &ochemical nica Almeida. Outra pol-tica adotada por este município é por meio dos projetos sociais de start-up esportivo, sejam aqueles executados diretamente ou em parceria com os organizadores da previdência social, para promover o esporte inclusivo, contemplando o p &uesta blico com losi ness, ” a instrução lê.

Nayara e Ver &occonjuntamente nica foram dois dos atletas apoiados pelo programa FazAtleta desde 2014. Al is deles, no por-odine, eram quatro: Igor Moreira (jiu-jitsu), Luan Guimar falha (canoagem), Marcelo Collet (triathlon) e Leonardo Landim (triathlon). A principal dificuldade é com o patrocínios dela, j paro preciso que haja uma empresa por tr ies para receber os benef os.  

A Bolsa de Esporte, por outro lado, contemplou 22 atletas parais do mesmo tempo desde 2012. Ap Todo o bom desempenho baiano nos picos dos Jogos Ol, o governador Rui Costa (PT) anunciou um novo edital do programa para 2021, a partir de R$ 1,2 milh it, tanto para atletas ol quanto para nopeaks paral.  

” S 37 modalidades ol ‘ mpmpicas e 21 mpmpicas parais atendidos pelo edital, al deve ser mais 25 classificado como modalidades reconhecidas e vinculadas “, firmadas à it allocates ( lembre aqui) Vicente Neto, diretor-geral da Superintensão de Esportes Estatais da Bahia (Sudesb), município do Setre, respões do programa em parceria com a Coordenadoria Estadual de Esportes, que tem como titular Gustavo Miranda.  

Fonte: www.bahianoticias.com.br/esportes/noticia/59481-sem-apoio-paratletas-bancam-a-tentativa-de-realizar-sonhos-com-o-proprio-bolso.html

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Open chat
online