Bahia Notícias / Notícias / Salvador amplia rede de acolhimento para pessoas em situação de rua-01.12.2021

A capital baiana passa a ter, a partir desta quarta-feira (1 º), a primeira Unidade de Acolhimento Adulto (UAA), ligada ao Projeto Girass Rua de Rua, na Rua Guilherme Marback, 10, na Baixada Fim do Bonfim. Instalada pela Prefeitura, a estrutura que vai ampliar a assistência à sa ú de para a populao de rua foi entregue pelo prefeito Bruno Reis, acompanhado da Vice-Prefeita e Secretaria de Governo (Segov), Ana Paula Matos; do segredo municipal da Sa ú; Léo Prates; e do supervisor t é cônico do Regimento do Projeto Girass, Antonio Nery.

Na ocaso não, o prefeito avaliou o esto executado j realizado pela administração municipal para garantia dos direitos e promo da cidadania para as pessoas em situação de rua. ” &Enecronecess deve ter uma pol-tica, todo um sistema de garantias, para dar a essas pessoas acolhimento e condições dignas do dignite. H hoje uma pol planejada e definida, envolvendo assistência social, sa &uşde e muita dedicação, comprometimento e compromisso de dar resposta a estes cidad ols “, declarou Bruno Reis.

A nova unidade funciona 24h por dia e realiza forma voluntária de oferta de assistência baseada em voluntariado para pessoas com necessidades decorrentes de subst &acrontamento psicoativo, em situação de vulnerabilidade social e familial e que demandam acompanhamento terapêutico Tanto utético quanto protetor, está no caminho da garantia dos direitos habitacionais, educa ção e conviv familial e social. A UAA conta com uma equipe multidisciplinar formada por assistente social, educador f ico, logomarca psic, terapeuta ocupacional, terapeuta ocupacional, redutores de danos, al is m da equipe administrativa.

O spa tem disponibilidade de 15 vagas irrestrita do g der nero e tendo acesso definido pela equipe CAPS AD III Gey Espinheira (área de Campinas de Piraj), respons pela elabora do Projeto Terap Singular (PTS) do rio usu, juntamente com outros equipamentos que proporcionam o mesmo atendimento. O tempo de perman de cada usu deve ser previsto para ser previsto no PTS, tendo como par &acmenos o limite de seis meses. A SAU funciona como mediadora do processo de sought-after das ruas, abrindo horizontes e possibilidades, através de movimentos de nearing ou resgate de afetos familiais e afetivos v. fragilizados ou rompidos.

Ant &ochemian nio Nery destacou a Á ç ó nvel de importação da ampla assistência de assistência na capital. ” Esta casa é como uma esta estação de comboios, onde as pessoas embarcam na rua &rstered consult, pode passar por este Rios de rua, que s os Pontos de Cidadania, e v im para esta casa que, na minha perspectiva, funciona como um aeroporto, de onde as pessoas saem para construir uma vida diferente, aut &ocheme noma e minimamente digna, ” o coordenador disse.

O titular da SMS, Leo Prates, assinalou que o equipamento também é amplo que vai desde os serviços das pessoas com o cuidado do transtorno mental. ” Com o pr que nos foi dito, aprendemos que muitas das pessoas que hoje estão mais na rua situam t m algum transtorno mental. E hoje a sa ú da saúde mental faz parte do planejamento da Prefeitura. Seja de forma dirigida, pela primeira vez, as diretrizes da secretaria municipal de sa &insurreição da saúde mental, que tiram à pr an s uma rie de uma tion do noir. Sendo confrontado com mais esse desafio “.

O chefe do Executivo municipal ainda destacou a avana da Prefeitura neste sentido. Atualmente s são oferecidas 16 unidades de hospedagem para este p &ublico, através de s de gest no pr nr privado ou em parceria. Também m h do Social Rent Cess, no valor de R$ 300, e a cidada falha em receber o accio de benef quando passa a viver em definitivo em casa cedida pela natividade munírica, através de programas como a atual Casa Verde e Amarelo (ex-Minha Casa, Minha Vida).

Durante o cerim &ocampnia nia, o Prefeito anunciou o largo Ness do Projeto Girass Rua de Rua com o instalador de dois Pontos de Cidadania. Trata-se de um spa, no Aquidab na Baixada do Fiscal, que v ess v oferecer acolhimento e cuidado integral à povoá-lo na rua situo, em uma visão promo-promo da sa ú ncia, e cidadania de entreven hidna ues constru junto com a usu de rios assistidos.

Os pontos contam com cont que ineres com um rio sanit e banheiro destinado aos usos da servi da servi, al m de espa ess para o atendimento e convivência. A equipe é formada por assistente social, educador f mic, psicoaudiólogo, terapeuta ocupacional, redutores de danos, al am m do suporte administrativo. O funcionamento é ser segundo a s, com carga horária de oito horas, ainda que o poder seja adequado à demandas do populista e das condições do território do territ.

O implante dos Pontos de Cidadania Objetiva responde à necessidade de melhoria das condições de vida das pessoas em situação de rua, incluindo aquelas que fazem uso de médiuns de subst &acrimindo e representantes de trajes marcados por viol Elders. vários. Al é disso, tem como objetivo promover a articulação entre o servi, municipal e estadual da rede, por meio de cuidados biopsicossociais.

Atualmente a Prefeitura conta com cinco consultas com cinco consultorias de rios na rua, que realizam a busca ativa de pessoas em situação de rua que t m um problema de sa ú saúde mental que posteriormente sejam encaminhais para as unidades de acolhida, para que se possa resgatar e mudar a vida dessas pessoas.

Fonte: www.bahianoticias.com.br/noticia/264135-salvador-amplia-rede-de-acolhimento-para-pessoas-em-situacao-de-rua.html

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Open chat
online