EUA alteram regras para ingresso de cães do Brasil, diz ministério

O Ministério da Agricultura informou que desde o dia 1º de dezembro o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), os Estados Unidos ‘ organismo de controle e prevenção de doenças, alterou as regras de entrada de cães no país. Os animais que chegam de países classificados como de alto risco para a raiva, que inclui o Brasil, só poderão aderir aos Estados Unidos por um dos 18 pontos de entrada aprovados.

Os insumos permitidos são Anchorage (ANC), Atlanta (ATL), Boston (ORD), Dallas (DFW), Detroit (DTW), Honolulu (HNL), Los Angeles (LAX), Miami (MIA), Minneapolis (MSP), Nova York (JFK), Newark (EWR), Filadélfia (PHL), San Francisco (SFO), San Juan (SJU), San Juan (SJU), Seattle (SEA) e Washington DC (IAD). A decisão inclui cães que estiveram em países com alto risco nos últimos seis meses.

Conforme a carteira, o requisito para os documentos aumentou. Antes, era necessário apenas o comprovante de vacina contra a raiva, agora é preciso apresentar um comprovante de microchip e o laureado com raiva-sorologia, se a vacina atual tiver sido aplicada fora dos Estados Unidos.

A idade mínima para o bilhete de cachorro passou de 4 meses para 6 meses de idade. De acordo com o CDC, as medidas são necessárias para proteger a saúde pública contra a reintrodução da variante do vírus da raiva canina nos Estados Unidos.

De acordo com o ministério, a Coreia do Sul também mudou as regras de admissão de cães e gatos. Para emissão do Certificado Veterinário Internacional, é necessário um certificado de saúde, comprovante de microchip e comprovante de vacina.

Atualmente, o Ministério da Agricultura disponibiliza a emissão da CVI para o trânsito internacional de cães e gatos para 11 países em formato eletrônico: Argentina, Bolívia, Canadá, Chile, Colômbia, Estados Unidos, Japão, México, Paraguai, Uruguai e Venezuela.

Para os demais países com a CVI presencial, o passageiro deve entrar em contato com uma unidade da Vigiagro com pelo menos 30 dias de antecedência. As informações, requisitos de cada país concordado e o contato das unidades da Vigiagro estão no site do Ministério da Agricultura.

FOLLOW UP HERE

Fonte: www.noticiasaominuto.com.br/ultima-hora/1865837/eua-mudam-regras-para-ingresso-de-caes-procedentes-do-brasil-diz-ministerio?utm_source=rss-mundo&utm_medium=rss&utm_campaign=rssfeed

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Open chat
online