Isabella Hardmann E Jaldo Caribé Vão Disputar Mundial De BMX Nos EUA

ESPORTE

Os talentosos ciclistas baianos Isabella Maria Hardmann e Jaldo Caribé estão prontos para enfrentar o desafio do Mundial de BMX, que acontecerá nos Estados Unidos entre os dias 10 e 18 de maio. A dupla, que conta com o apoio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), viajou com passagens aéreas garantidas, alimentando grandes expectativas de um excelente desempenho.

O treinador Leonardo Gonçalves destacou a dureza da competição, com um número significativo de inscritos em cada categoria. Jaldo Caribé competirá com outros 83 ciclistas, enquanto Isabela Maria Hardmann enfrentará 112 concorrentes. “Vai ser uma competição muito dura no próximo final de semana”, ressaltou o treinador.

Jaldo Caribé, que já conquistou o título mundial em 2022 e não pôde participar da edição de 2023 devido a uma lesão, expressou sua confiança para o evento. Seu recente segundo lugar no Pan-Americano, realizado em Bogotá, na Colômbia, aumentou ainda mais sua determinação. “Sinto-me preparado, me sinto bem. Com certeza vou dar o meu máximo para trazer o melhor resultado para Salvador novamente”, afirmou.

Isabella Maria Hardmann, com apenas 11 anos, está em sua segunda temporada oficial e fará sua segunda participação no mundial. Seu pai, Ricardo Hardmann, destacou a importância deste momento de evolução na carreira da filha. “Estamos indo ao berço do BMX e essa é uma experiência que engrandece, desenvolve muito a atleta e ajuda em seu processo de aprendizagem e crescimento”, disse ele. Isabella, já campeã na Copa Brasil e no Campeonato Brasileiro, é considerada um talento baiano no esporte.

Além da competição em si, o Mundial também será uma oportunidade para conquistar vagas para as Olimpíadas de Paris em 2024, tanto no masculino quanto no feminino, além de pontos para o ranking de nações olímpicas. O Brasil ainda disputa vaga no masculino, enquanto no feminino a vaga está assegurada, com a atleta Paola Reis sendo a favorita para representar o país. O treinador Leonardo Gonçalves indicou que “dez dias após a realização do mundial já será possível ter a confirmação da atleta brasileira do BMX que irá disputar nos Jogos Olímpicos de Paris. Paola tem enormes chances de ser a indicada”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *