Orquestra Sinfônica da Bahia Faz Duas Sessões Da Série Carybé Neste Sábado

CULTURA/ENTRETENIMENTO

Neste sábado (11), a Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA) apresenta duas sessões da tão esperada Série Carybé. O projeto, que se destaca por trazer apresentações com formato e repertório voltados para grupos de música de câmara, ocorrerá na Sala do Coro do TCA, às 17h e às 20h. Os ingressos estão à venda por R$20 (inteira) e R$10 (meia), tanto na bilheteria do TCA quanto na plataforma online Sympla.

O destaque dessas sessões será a diversidade de repertório e a intimidade proporcionada pelo formato de música de câmara. Na primeira apresentação, às 17h, o Quarteto de Cordas da OSBA, composto pelos talentosos violinistas Francisco Roa e José Fernandes, o violista Serghei Iurcik e o violoncelista Thomaz Rodrigues, interpretará obras do brasileiro Heitor Villa-Lobos e do tcheco Antonín Dvořák.

O violoncelista Thomaz Rodrigues destaca a oportunidade de apreciar as obras de Villa-Lobos e Dvořák sob uma nova perspectiva: “Dvořák e Villa-Lobos são compositores já conhecidos do público da OSBA por suas obras sinfônicas, mas aqui poderemos ver seus trabalhos sob uma luz um pouco mais intimista. Isso nos permitirá perceber e discutir as influências de seus locais e seus períodos com maior clareza”.

A segunda sessão, às 20h, traz o concerto do Trio de Trombones, formado pelos talentosos Hélio Góes, Mauro Madruga e Michele Girardi. Diferenciando-se pela raridade da formação, o trio apresentará obras originais para trombones, com destaque para a inclusão de uma peça do austríaco Anton Bruckner em homenagem ao bicentenário de seu nascimento.

“São todas composições originais, em sua maioria do período contemporâneo, com exceção da obra composta por Anton Bruckner, que possui um caráter mais meditativo, ligado à música sacra”, explica Michele Girardi, trombonista da OSBA.

O trio também apresentará a obra “Fire Horse”, de Steven Verhelst, com participação especial do pianista da OSBA, Eduardo Torres. Segundo Girardi, essa composição é a ‘cereja do bolo’ do concerto, destacando-se pela atmosfera animada e melódica, que explora as potencialidades do trio de trombones.

A Série Carybé promete uma noite memorável de música de câmara, oferecendo ao público uma oportunidade única de apreciar a virtuosidade e a diversidade do repertório executado pelos talentosos músicos da Orquestra Sinfônica da Bahia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *