Prefeitura vai distribuir 100 óculos com tecnologia assistiva para rede de educação e Instituto de Cegos da Bahia

SAÚDE

A Prefeitura de Salvador deu um passo significativo em direção à inclusão na educação com a recente aquisição de 100 óculos com tecnologia assistiva OrCam MyEye. Estes dispositivos revolucionários, equipados com uma câmera inteligente, têm a capacidade de realizar leitura instantânea de textos, reconhecer rostos, produtos, cores e até mesmo cédulas de dinheiro em tempo real.

A iniciativa, revelada pelo prefeito Bruno Reis e pelo secretário municipal da Educação (Smed), Thiago Dantas, marca um marco crucial na promoção da igualdade de acesso ao ensino na capital baiana. Os óculos serão distribuídos tanto na rede municipal de ensino quanto no Instituto de Cegos da Bahia (ICB), através de um termo de cooperação técnica.

Durante o anúncio, o prefeito Bruno Reis enfatizou o impacto positivo que essa tecnologia terá na vida dos alunos com deficiência visual. Ele destacou que os óculos inteligentes proporcionarão condições mais equitativas aos estudantes, permitindo-lhes competir em exames como o Enem ou vestibulares em pé de igualdade com seus pares sem deficiência.

Os OrCam MyEye não apenas oferecem uma leitura rápida e precisa de textos, mas também proporcionam acesso instantâneo a informações em tempo real, transmitidas por áudio. Com um tamanho discreto e acoplados à haste de um par de óculos, esses dispositivos são projetados para oferecer máxima autonomia aos usuários.

Doron Sadka, CEO da Mais Autonomia, empresa responsável por trazer a tecnologia OrCam para o Brasil, ressaltou a versatilidade do dispositivo, que opera sem a necessidade de conexão com a internet. Além disso, a capacidade de reconhecimento ótico de caracteres permite que os usuários leiam em qualquer lugar e em três idiomas diferentes: português, inglês e espanhol.

A aquisição dos óculos OrCam é apenas uma das muitas medidas que a Prefeitura de Salvador está tomando para promover a inclusão na educação. Thiago Dantas, secretário da Smed, destacou que a ideia de investir nessa tecnologia surgiu após consultas com educadores com deficiência visual e representantes do ICB.

Além disso, a iniciativa da Prefeitura inclui planos para destinar óculos inteligentes ao Instituto de Cegos da Bahia, uma organização social que tem sido uma referência no estado há 90 anos. Para Heliana Diniz, presidente da instituição, essa parceria promete mudar significativamente a vida das pessoas assistidas pelo Instituto.

A implementação desses dispositivos já está em andamento, com alunos e professores cegos passando por treinamentos para utilizar a tecnologia assistiva de forma eficaz. Os primeiros resultados são promissores, como testemunhado por Lúcia Flávia Alves, cujo filho foi um dos primeiros beneficiados. Ela expressou sua gratidão pela oportunidade que os óculos OrCam proporcionaram ao seu filho, oferecendo-lhe maior autonomia no aprendizado e nas atividades diárias.

Além da aquisição dos óculos OrCam, o prefeito Bruno Reis anunciou outros investimentos para promover a inclusão na educação, incluindo a implantação de salas para Atendimento Educacional Especializado (AEE) e a contratação de mais Auxiliares de Desenvolvimento Infantil (ADI). Essas medidas demonstram o compromisso contínuo da Prefeitura de Salvador em garantir que todos os estudantes tenham acesso a uma educação de qualidade, independentemente de suas capacidades físicas ou cognitivas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *