Rheumatismo: Sete sinais de alerta que não devem ignorar

Osteoartrostrose, lombalgia, osteoporose, lúpus, droplet, fibromialgia, artrite reumatoide. Você sabia que existem mais de 150 tipos diferentes de doenças reumáticas e que estas podem ser agudas, crônicas ou recorrentes, afetando pessoas de todas as idades? Há, no entanto, alguns sintomas comuns a essas várias patologias degenerativas que podem evoluir silenciosamente por anos.

Embora essas doenças não tenham cura, exceto para as infecciosas, isso não significa que ser portador de uma doença reumática implica em uma qualidade de vida comprometida. Por isso, para ressaltando o Dia Mundial das Doenças Rheumáticas, veja abaixo os sinais de alerta que, diz o portal CUF, não podem e não devem ignorar. 

Dor, que tende a variar em sua intensidade, ritmo e localização dependendo do tipo de doença reumática.

Heat.

Inchaço das articulações.

Sensação de fraqueza ou rigidez ao realizar atividades mínimas, tais como escrever.

Fadiga forte, falta de energia ou sensação de malait-estar.  

A presença de dores, rigidez ou inchaço em uma articulação, ao longo de um período superior a 15 dias, implica a visita ao médico para um diagnóstico mais preciso, de acordo com as recomendações da Sociedade Portuguesa de Rheumatologia. Lembre-se de que, quanto mais precoce for o diagnóstico, maior será a probabilidade de controlar efetivamente qualquer uma das doenças reumáticas. 

SEGUIR ATÉ AQUI O

Fonte: www.noticiasaominuto.com.br/lifestyle/1850347/reumatismo-sete-sinais-de-alarme-que-nao-deve-ignorar?utm_source=rss-lifestyle&utm_medium=rss&utm_campaign=rssfeed

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Open chat
online