Governo da Bahia celebra cultura popular na Bienal do Livro com homenagem ao Mestre Bule Bule

CULTURA/ENTRETENIMENTO

Entre os dias 26 de abril e 1º de maio, a cidade de Salvador se tornará o epicentro literário com a realização da Bienal do Livro Bahia. E neste ano, um dos pontos altos do evento será a homenagem prestada pelo Governo do Estado ao Mestre Bule Bule, ícone da cultura popular baiana.

O Mestre Bule Bule, nome artístico de Antônio Ribeiro da Conceição, será o grande homenageado da Bienal. Com quase seis décadas de carreira, Bule Bule é conhecido como o maior repentista da Bahia, sendo um multifacetado artista que transita entre a poesia, música e tradições populares. Com mais de 100 títulos publicados, oito discos e dois DVDs gravados, sua contribuição para a cultura brasileira é inestimável.

Durante os seis dias de evento, o Mestre Bule Bule estará presente em diversas atividades, que incluem o lançamento do livro “Cordéis Antológicos”, palestras, sarau, rodas de leitura e apresentações musicais. Sua participação ativa na programação é um testemunho vivo do seu compromisso com a preservação e difusão da cultura popular.

Paulo Azevedo, filho do Mestre Bule Bule, expressou sua gratidão pela homenagem prestada à família: “Essa homenagem é motivo de muito orgulho para a nossa família, pois marca a materialização de algumas vitórias, diante alguns desafios na saúde do meu pai. Poder celebrar e entregar o que ele mais ama fazer, que é estar com o público, falando da cultura popular, de repente, viola, samba rural, marca a nossa história, num evento grandioso, um espaço democrático que o Governo do Estado e os parceiros estão trazendo para a Bienal. Que a cultura popular esteja cada vez mais presente nesse espaço, é por isso que seguimos lutando.”

O Secretário de Cultura do Estado da Bahia, Bruno Monteiro, destacou a importância da homenagem ao Mestre Bule Bule: “Mestre Bule Bule é uma preciosidade da cultura baiana; da cultura de repentistas e cordelistas; e da cultura popular brasileira. Porque o trabalho que ele vem desenvolvendo, ao longo de quase 60 anos de carreira, é um trabalho que reverbera e espelha aquilo que há de mais profundo das nossas tradições.”

Além da homenagem ao Mestre Bule Bule, o Governo da Bahia estará presente na Bienal com um estande que abrigará editoras de importantes universidades do estado, como a Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs Editora), Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Edições Uesb), Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (EDUFRB) e Universidade Estadual de Santa Cruz (Editus). O espaço também contará com uma sala de podcast, sala vip e Estante Solidária, voltada para professores escritores.

Além disso, o Governo da Bahia promoverá uma programação exclusiva no auditório do Centro de Convenções, reforçando seu compromisso com o fortalecimento da cultura e da educação no estado.

A presença do Governo do Estado e a homenagem ao Mestre Bule Bule na Bienal do Livro Bahia são marcos importantes na promoção e valorização da cultura popular, reafirmando o compromisso das autoridades em preservar as tradições e promover o acesso à literatura e à arte para todos os baianos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *